Pin It
0
como ter motivação para estudar

Como ter motivação para estudar – 3 atitudes que te vão ajudar

17 Maio, 2020
*Este post pode conter links de afiliados, o que significa que posso receber uma pequena comissão, sem nenhum custo para si, se você fizer uma compra através de um link!*

Num ano letivo, e principalmente neste período de isolamento pelo qual está toda a gente a vivenciar, ter motivação para estudar nem sempre é fácil.

Eu, no caso, estou na faculdade a tirar Engenharia Quimica, e trabalho para ti, tanto a criar conteúdo para o site como para as minhas redes sociais. A motivação nem sempre existe e por essa mesma razão tive de arranjar maneiras de a criar.

Vê também: Como manter a motivação

Como eu, de certeza que estás tu que deves estar por casa a trabalhar, provavelmente até com crianças. A motivação não é algo adquirido mesmo quando estás a fazer algo que gostas, como muitos podem pensar.

Como ter motivação para estudar

Estares em constante aprendizagem é uma forma de te auto desenvolveres. O conhecimento não ocupa lugar e quanto mais tu aprendes, mais te conheces a ti própria/o.

Apesar disso, nem toda a gente se anima com a perspetiva de adquirir novos conhecimentos para o resto da vida. Essa situação pode vir a tornar-se um bloqueio para a tua própria aprendizagem.

Por esta mesma razão, hoje trago-te 3 atitudes que te vão ajudar a teres mais motivação para estudar e aprender.

Tem uma atitude positiva em relação ao que estás a aprender

Uma das melhores formas de deixares de ter aquela “barreira” em relação a aprender mais e a estudares mais é veres toda esta situação como algo natural que acontece e vai acontecer durante toda a tua vida.

Apesar de, se associar aprendizagem a escola, faculdade, cursos e livros, existe muito para além disso. Tu estás em constante aprendizagem, no teu dia-a-dia. Aprendes muito apenas com a observação diária que tens e com a interação que tens com as outras pessoas.

Se estás na faculdade e tens dificuldade em te sentires motivada, ou em outra situação, vê o plano de estudos, vê o índice do livro, algo que te dê as informações gerais. Após isso, experimenta adotar uma perspetiva positiva em relação ao que viste.

  • O que é que eu posso retirar daqui que seja vantajoso para mim?
  • O que é que isto tem para me ensinar?
  • Como é que me vou sentir ao terminar?

Como já referi eu estou na faculdade e quando sinto dificuldades numa cadeira, a tendência é deixa-la de parte e desmotivar. O que eu faço quando noto que isso me começa a acontecer é ir ver o plano de estudos, procurar mais conteúdos na internet, em livros online ou na biblioteca mais próxima de mim.

Desta forma, adoto uma atitude positiva em relação à matéria em si e fico mais motivada para saber mais.

Identifica qual o método que se adapta melhor aos teus estudos

Toda a gente tem diferentes características e métodos de aprendizagem diferentes. É importante conseguires definir o teu.

Escrita

Um método interessante é o de escreveres. Eu adoro tirar cursos online e quando o faço, por norma, tenho um caderno ao meu lado. Vou apontando o que considero mais importante e ajuda-me a reter bastante bem a informação.

Ouvir

Eu se adotar só este método o que acontece é que me distraiu muito facilmente e não consigo reter grande informação. Apesar disso, há pessoas que se dão bastante bem e que ficam tão focadas nas palavras das outras pessoas que aprendem muito bem.

Se for este o teu caso, podes por exemplo, optar por de vez em quando ouvir um audiobook, gravar aulas ou palestras. Inclusive, até podes mesmo te gravares a ti a dizer algo para ouvires mais tarde.

Falar

Depois de processares tudo o que tu já aprendeste podes adotar a posição de falares e dizeres em voz alta tudo aquilo que aprendeste e meteste a nível de informação.

Isto exige que antes de falares reflitas sobre o que vais dizer e discutas/debatas acerca de um assunto sozinha/o.

Ler

Ler também é uma ótima opção e há quem se adapte bastante bem a ela. Isto, a meu ver, também depende um pouco do tema em si e da forma como está tudo escrito.

Atenção que tu não precisas de ter apenas um único método que funcione contigo. Especificamente, eu funciono bem a escrever, a ler e a falar, mas, cada pessoa é diferente. Daí ser essencial te descobrires e entenderes o que funciona melhor para ti.

Entenderes o que funciona contigo na hora de aprenderes e estudares mais sobre um assunto, ajuda bastante a melhorares o teu processo de aquisição de conhecimentos, assim como o teu desenvolvimento pessoal.

Procura ir além daquilo que te é fornecido

Entende que toda a motivação para estudar que queres sentir, depende inteiramente de ti e da tua própria iniciativa.

Se antes, a única forma de obteres conhecimento era na escola, hoje isso não acontece. Existem variados cursos, livros, pessoas, fatores externos que te dão a conhecer muito.

Tu geras conhecimento, ao encontrares uma solução para algum problema que estejas a passar.

Eu no caso, adoro tudo o que é relacionado com o desenvolvimento pessoal, então eu todos os dias procuro saber mais.

Constantemente, tiro cursos de desenvolvimento pessoal, leio livros, procuro obter respostas para duvidas que eu tenha, porque o conhecimento que eu quero obter depende inteiramente de mim.

Adotares uma atitude proativa em relação ao que estás a aprender é um bom caminho para obteres conhecimento e não ficares “parada/o” num mundo que está em constante mudança.

Podes sempre imprimir o ebook gratuito que te forneci aqui. Ajuda-te a te auto conheceres e descobrires de que forma podes melhorar certos aspetos em ti para o teu maior proveito. Espero que tenhas entendido o quão é importante saberes como podes ter motivação para estudar.

Previous Post Next Post

Também podes gostar

Leave a Reply