Pin It
0
as-5-perguntas-do-desapego.png

Desapego – 5 perguntas que te vão ajudar nessa situação

14 Agosto, 2019
*Este post pode conter links de afiliados, o que significa que posso receber uma pequena comissão, sem nenhum custo para si, se você fizer uma compra através de um link!*

Desapegares te de coisas que já não usas, teres espaço livre em casa vai dar-te uma paz interior inexplicável. O desapego ajuda-te a sentires-te mais livre.

Acumulares roupa, objetos e coisas que não dás o mínimo uso, não faz nada bem à tua saúde mental, à tua casa e à tua vida em geral. Considero que o desapego e o desenvolvimento pessoal estão bastante relacionados por causa disso mesmo.

Toda a gente consegue optar por viver desta forma e ter um estilo de vida simples e minimalista. Vais ver que se o começares a fazer, vais dar muito mais valor a tudo o que tens à tua volta.

Hoje decidi ajudar-te e trazer-te 5 perguntas que deverás fazer a ti próprio/a na altura de fazeres as tuas compras ou de te desapegares das peças que já não dás o devido uso.

+ Vê também: 10 maneiras que te vão ajudar a controlares o teu stress

Perguntas de desapego

Dica importante na altura de fazeres as tuas compras

Um truque que faço bastantes vezes quando vou às compras ou quando faço a lista de coisas que preciso de comprar, é ver se o preço corresponde ao número de vezes que vou usar aquela peça, seja um objeto, uma peça de roupa ou uma ferramenta.

Por exemplo, se uma camisola que à partida me parece bastante útil, custa 30€, eu pergunto-me a mim mesma se a vou usar pelo menos 30 vezes. Se a resposta for sim, tudo bem, vale a pena, se a resposta for não, deixo-a ficar na loja.

1- Uso esta peça o número suficiente para estar aqui a ocupar espaço?

Muitas vezes temos peças no nosso armário que pensamos que um dia vão ser uteis para determinada ocasião, e a verdade é que estão meses e até anos guardadas e não lhes damos o devido uso que deveríamos.

Neste caso, o melhor que tens a fazer é dar a peça a alguém que lhe vá dar o devido uso e valor, ou vender e ainda consegues ganhar algum dinheiro com ela.

Se a guardares, vai só diminuir o espaço que tens disponível. Quanto mais peças e objetos acumulas em tua casa mais te sentes a “sufocar” e isto inicialmente pode parecer estranho mas é verdade. A partir do momento em que te começas a desapegar de certas coisas vais-te sentir muito mais leve e muito melhor contigo mesma/o.

2- Quantos itens tenho iguais a este?

A moda é algo bastante importante para maior parte das pessoas na altura de fazer as suas compras. Contudo, o que acontece depois é que acabam por ter várias peças iguais ou com o mesmo objetivo e que estão apenas a ocupar espaço.

Já para não falar do facto de que depois quando a moda acaba, por não ser algo que provavelmente te identifiques, as peças e tudo o que adquiris-te acaba por ficar de parte por deixar de fazer qualquer sentido para ti. O que eu te aconselho é fazeres uma seleção deste tipo de peças e ver quais é que fazem mais sentido para ti ficarem a ocupar o espaço na tua casa.

3- Isto substitui alguma coisa que já tenha?

Olha à tua volta e vê o que tens. O que deves fazer é perguntar-te a ti mesmo/a se tens já algum item que consegue fazer o “papel” de outro. Se tiveres, podes perfeitamente desfazer-te de um.

Desta forma, reduzes o número de coisas que tens em tua casa e ficas com espaço para futuramente até conseguires colocar algo que te faça muito mais falta.

4- Este espaço pode ser útil para pôr outra coisa que me vá dar jeito?

Pensa nas diferentes possibilidades que tens de pôr as coisas que queres nos armários.

Achas que vale a pena teres uma prateleira cheia de livros que já não te acrescentam nada? (Por exemplo) Estás a perder tempo a limpá-los semanalmente, e estás a ocupar espaço que pode ser bastante útil para arrumares outra coisa.

Caso vendas os livros que tens, ainda consegues ajudar as pessoas que os querem devido ao preço simbólico a que vendes por serem em segunda mão, e ,ainda consegues ganhar algum dinheiro para investires em algo que precises.

5- Não uso regularmente, mas tem valor simbólico?

Há peças que tu gostas muito e que têm valor simbólico para ti, é perfeitamente normal e, neste tipo de casos, é diferente. Acho bem que as guardes até.

Contudo, é importante definires bem o que tem e o que não tem esse valor sentimental para ti e não definires tudo dessa forma para conseguires ficar com tudo em casa. Todo o espaço que tu ocupas tem valor, e é importante olhares para o custo de tudo o que manténs em casa.

Este artigo teve por base algumas perguntas que eu faço a mim mesma quando o desapego me começa a assustar. Ajudam-me a ver as coisas que eu tenho em casa de uma forma diferente, e espero que te tenha ajudado também nesse sentido.

Tens por hábito desfazeres-te do que não usas? Se sim, partilha comigo alguma coisa que te ajude a fazê-lo!

Previous Post Next Post

Também podes gostar

Leave a Reply