Pin It
0
ser feliz

Ser feliz – 4 razões pelas quais não te permites sê-lo

8 Agosto, 2020

Ser feliz é um grande enigma. Aqui vou ajudar-te e desvendar algumas das razões pelas quais não te consegues permitir sê-lo.

Uma em cada três pessoas vive de forma infeliz, com sentimentos que lhes causam stress, ansiedade, preocupação e até com raiva.

O pior é que isto é cada vez mais frequente. Tu és uma das pessoas que sente dificuldade em ser feliz?

Razões pelas quais não te permites ser feliz

1. Medo de piorar

Sentir felicidade pode fazer com que sintas medo de que tudo piore. Existem efetivamente pessoas que têm medo de ser felizes, e isto acontece, devido ao facto de acreditarem que aquela felicidade não vai durar e como não querem sofrer mais (na mente delas) preferem manter-se como estão.

Um cenário que podes imaginar é o de uma família feliz, com um trabalho bom e estável, com uma casa já deles e com tudo aquilo que queriam adquirir. Achas que vão dizer em voz alta “Eu sinto-me feliz” ? Maior parte das pessoas não o fazem. Isto porque têm medo que a qualquer momento aconteça algo que não estão à espera logo após admitirem a sua felicidade.

Há até pessoas que acreditam que quanto mais falam na sua felicidade, mais isso pode atrair energias negativas de pessoas que têm inveja e que podem querer acabar com aquele sentimento delas.

2. Acreditar que reclamar e criticar vão melhorar algo

As variações tendem a voltar para a média.

Vê também: Como superar o medo de errar.

Foca-te agora no cenário de um avião a aterrar. Por norma, se a aterragem for bem feita, é feito um elogio, e caso contrário é feita uma critica, certo?

Por norma, o que se sucede após o elogio ou a critica é que o piloto que recebeu a critica vai melhorar substancialmente na sua próxima tentativa, ao invés do que recebeu o elogio que vai piorar. A questão é que o teu cérebro tem dificuldade em atribuir relações de causa efeito.

Se tu fosses a pessoa que efetivamente elogia o piloto, tu ias optar por não elogiar, visto que é isso que está a piorar as coisas, deixando-o confiante demais e desleixado no resto das aterragens.

Este método nunca é o mais correto de se seguir. Se aprenderes a lidar com pilotos igualmente qualificados e confiares neles, sabes perfeitamente que algumas vezes eles vão fazer as aterragens bem e outras não vai sair tão bem. Isto, independentemente das criticas ou dos elogios que possam receber.

Com isto, quero-te dizer que quando tu estás extremamente feliz, é normal que a próxima mudança na tua vida seja um episódio menos feliz, porque se realmente tu estavas lá no topo e no extremo máximo da felicidade e algo muda, não vai ficar mais extremo ainda mas sim descer um pouco.

3. Sentir que és inferior ao que realmente és

Frequentemente, as pessoas acreditam que não são boas o suficiente para explorar uma habilidade ou conhecimento que têm. Quanto mais aprofundares o conhecimento numa determinada área, mais noção vais ter da realidade e de vários aspetos que ainda não dominas naquela área.

A partir do momento em que ganhas interesse por algo, começas também a acompanhar e a seguir pessoas e trabalhos relacionados com o mesmo. Pode acontecer que te sintas incompetente ou inferior a essas pessoas por caíres no erro da comparação. Consequentemente, isto faz com que te sintas infeliz. Aprender a ter a habilidade de reconhecer que existe sempre mais por melhorar e ainda muita coisa por aprender.

4. Procura da felicidade pelo lado errado

Maior parte das vezes, colocas a felicidade em algo que não tem o objetivo de te trazer felicidade. Caso eu agora te pergunte o que tu queres neste momento para a tua vida, provavelmente a tua resposta estaria numa destas:

  • Emprego com um ordenado melhor;
  • Relacionamento amoroso;
  • Comprar casa;
  • Adquirir carro;
  • Telemóvel novo;
  • Outro objeto.

A questão é ” Porque é que queres estas coisas todas ou uma delas? ” Provavelmente a tua resposta seria porque isso te faz feliz e tu queres ser feliz.

O problema é que isto não é suposto acontecer e acontece com imensa regularidade. Nós todos, temos tendência em procurar a felicidade nos lugares errados, principalmente em bens materiais, e quando não encontramos o que queremos ter no momento, não nos sentimos felizes.

Foca-te principalmente em cultivar relacionamentos humanos, hábitos saudáveis e hobbies que te têm prazer fazer na altura. Não tentes achar nem procurar nenhum meio para lá chegares que não é de todo necessário e vai direta/o onde queres ir. Lembra-te sempre que não há nenhum caminho para a felicidade, tu traças o teu próprio caminho.

Se entenderes bem estas quatro razões pelas quais não estás a conseguir ser feliz, estás no caminho certo para seres a pessoa que ambicionas ser daqui para a frente!

Previous Post Next Post

Também podes gostar

Leave a Reply